Você já ouviu falar no termo “sepultamento vertical”? Embora ele seja praticado já há um longo tempo, muitas pessoas ainda ficam em dúvida quando se toca no assunto.

Muitos acreditam que o termo sugere um sepultamento feito com o corpo em pé, na vertical. Mas essa não é a verdade.

Quer descobrir o que realmente é um sepultamento vertical? Venha com a gente e acompanhe este conteúdo! Temos certeza de que você sairá daqui sabendo muitas coisas novas!

Desmistificando o método

O sepultamento vertical é o termo que se usa para descrever o sepultamento em cemitérios verticais. Embora faça sentido que muitas pessoas pensem que esse tipo de sepultamento seja feito com o corpo em pé, essa suposição não condiz com a realidade.

Neste tipo de inumação, o corpo jaz deitado, na horizontal, assim como em sepultamentos tradicionais. A grande diferença está na estrutura do cemitério onde a pessoa é sepultada.

A seguir, iremos falar um pouco mais sobre os cemitérios verticais e sua estrutura. Siga a leitura!

O que são cemitérios verticais?

A verticalização dos cemitérios surgiu como uma alternativa para o problema da falta de espaço para sepultamento humano nas grandes cidades. Com a implementação, o método se mostrou uma boa ideia para popularizar cemitérios bonitos, seguros e que ocupassem pouco espaço.

Antes levados cada vez mais para fora das cidades, agora os cemitérios podem ser desenvolvidos em grandes centros urbanos. Isso se deve ao fato de que cemitérios verticais nada mais são do que prédios que comportam toda a estrutura para o sepultamento.

Muitas vezes, quando vistos por fora, a real função de um cemitério vertical passa despercebida. Esses locais geralmente são elegantes e modernos prédios de vários andares destinados à inumação de seres humanos. Isso quebra o paradigma do estereótipo do cemitério, alimentado pelo cinema e pela literatura.

Como funciona o sepultamento em um cemitério vertical?

Antes de mais nada, vamos relembrar o que dissemos lá no início do texto: um sepultamento vertical ocorre com o caixão e o corpo deitados, tal como em sepultamentos tradicionais.

A grande diferença é que os túmulos são posicionados em fileiras na parede, de forma vertical: um túmulo acima do outro. O nome técnico deste tipo de túmulo é “lóculo”. No entanto, na linguagem popular, esses espaços ganharam o nome de “gavetas”. Isso tudo porque a estrutura da construção lembra muito o sistema de gavetas em uma estante.

Aqui, é importante apontar que “jazigo” também é uma forma bem comum de denominar esse espaço onde o corpo é sepultado. Afinal, como o próprio nome sugere, este é um local onde o corpo jaz.

Por proporcionar que os lóculos fiquem uns acima dos outros, o espaço do cemitério é melhor utilizado e o conjunto fica organizado. Uma estrutura assim se torna agradável e transpassa o conforto que a família gostaria de ter em um momento tão delicado quanto a perda de alguém.

No próximo tópico, vamos explicar melhor o que são as gavetas e como funciona esse sistema de sepultamento.

Entendendo as gavetas para sepultamento

Cada gaveta comporta o sepultamento de uma pessoa. Como vimos logo antes neste texto, esses túmulos são indicados como forma de organização urbana e otimização do espaço, além de proporcionarem mais conforto à família.

Mas um outro diferencial muito importante se dá em uma questão de saúde pública e respeito ao meio ambiente. O sistema é todo ligado a filtros de gases, desenvolvidos para a manutenção dos lóculos. Esses filtros captam e purificam os gases produzidos dentro do espaço de sepultamento. Quando esses gases são devolvidos ao meio ambiente, não são prejudiciais.

Essa forma de sepultamento, além de mais bonita, confortável e organizada, também é mais limpa e respeita a natureza. Como as impurezas são filtradas, não há risco de contaminação do ar, água e solo, que é o que acontece na maioria dos cemitérios tradicionais.

Dúvida esclarecida

Com este conteúdo, deu para entender qual é o principal fator que gera a dúvida, quando se fala em sepultamento vertical, não é?

Verticais são os cemitérios construídos em forma de prédios. O sepultamento, no entanto, continua sendo feito na mesma posição: horizontal. Agora, além de não se confundir mais, você pode passar adiante essa informação. Afinal de contas, dominar questões básicas sobre os procedimentos póstumos precisa ser uma competência comum a todos.

Agora que você entende mais sobre este tipo de sepultamento, já pode considerar a aquisição de um jazigo perpétuo em um cemitério vertical. Aliás… Assim como nos cemitérios mais tradicionais, nos cemitérios verticais também é possível adquirir espaços familiares perpétuos. Sabia disso? Acesse este conteúdo e descubra todos os detalhes!