Todo mundo sabe que proteger a família é essencial. Mas, se você é o mantenedor do seu círculo familiar, vai se identificar ainda mais com esta tarefa.

Aqui, iremos apontar 5 dicas fáceis e práticas sobre como proteger a família, seja de forma financeira ou emocional. Continue acompanhando! Você terá ótimas ideias sobre como cuidar melhor daqueles a quem ama!

Uma grande tarefa

O mantenedor é a pessoa que toma as decisões, paga as contas e é o grande responsável pela família inteira. Geralmente, um mantenedor pode ser:

  • O pai da família;
  • A mãe da família;
  • O filho (a) que cuida dos pais idosos;
  • Ou, ainda, a mãe ou pai da família que também cuida dos pais idosos.

A responsabilidade é grande. Essa pessoa precisa planejar as finanças, as férias, o mercado, a ordem da casa, a educação dos filhos, o bem-estar de todos, entre várias outras questões.

São tantos itens na lista, que, às vezes, acaba sendo uma tarefa bastante cansativa.

Preparamos uma série prática de ações que você pode adotar para ajudar a controlar todas essas responsabilidades. Confira abaixo e anote tudo o que for necessário!

1 – Planilha de finanças

Com a digitalização das instituições financeiras, às vezes fica difícil dimensionar os ganhos e gastos. Por isso, você pode começar a organizar todas essas informações em uma planilha e analisar onde você gasta mais para, talvez, recalcular as suas prioridades.

A planilha irá ajudar você a visualizar melhor a situação financeira da sua família. Assim, ficará mais fácil de planejar o futuro junto daqueles a quem você ama, seja para férias em família ou para outras ações que veremos a seguir. Essa você pode elaborar até mesmo com a ferramenta de planilhas do Google, que é gratuita!

2 – Plano de saúde e/ou convênios médicos

Nunca se sabe quando alguém ficará doente, não é mesmo? Enquanto a saúde pública pode oferecer um atendimento muito demorado, a saúde privada é cara demais para ser paga de maneira integral.

É por isso que convém a você garantir para a família toda um plano de saúde ou convênio médico de qualidade. A parcela mensal que você pagará em um plano de saúde nem se compara ao pagamento integral de um serviço médico particular.

Além disso, há serviços que você contrata que garantem participação em convênios muito bons e que, muitas vezes, nem necessitam de pagamento mensal.

3 – Previdência privada

Para garantir uma aposentadoria de conforto e bem-estar, também vale a pena pensar desde agora em como você irá lidar com as suas finanças. Apostar em uma previdência privada pode oferecer a você a independência financeira que você irá precisar na terceira idade.

Assim, você garante que não dependerá dos filhos ou outros parentes em questões financeiras lá no futuro.

4 – Seguro de bens móveis e imóveis

Acidentes acontecem e, assim como a questão da saúde, são imprevisíveis. Construir um patrimônio, ter uma casa e carro bons e que atendam às necessidades da sua família foi uma luta, não foi? A ideia de perder as coisas que você construiu com tanto esforço devido a um acidente não pode fazer com que você se preocupe tanto enquanto deveria estar aproveitando os bons momentos com a sua família.

Investir em um seguro de bens móveis e imóveis vai lhe proporcionar tranquilidade para aproveitar sua vida e sua família.

5 – Plano funeral

A ideia pareceu um pouco estranha para você? Neste ponto, queremos propor uma reflexão.

Garantir o seguro de bens lhe soou uma boa ideia? Provavelmente sim. Bem… Você não tem certeza sobre se irá usá-lo ou não. E, além disso, ninguém contrata um seguro com a intenção de sofrer um acidente de trânsito.

No entanto, sua família, inevitavelmente, passará por um momento de óbito, no futuro. Sendo assim, apostar na dignificação de um ente querido e no bem-estar da família fragilizada não lhe parece, igualmente, uma boa ideia?

Um plano funeral pode ser uma boa escolha para a sua família por diversos motivos. Listamos alguns abaixo:

  • Permite a personalização das cerimônias de despedida;
  • Garante o apoio emocional necessário para o momento do óbito;
  • Evita transtornos financeiros;
  • Possibilita que você se afaste de processos burocráticos e, assim, ganhe espaço para a elaboração do luto;
  • Permite proceder com os desejos póstumos de seus familiares;
  • Entre outros.

O plano funeral é uma medida que está sendo cada vez mais adotada pelas famílias. Afinal de contas, garantir a dignidade do ente querido que partiu e o conforto dos familiares enlutados também são prioridades.

Aqui, nesta questão, você deve ficar atento à diferença entre auxílio funeral e plano funeral. São situações diferentes e o auxílio funeral pode não ser tão eficiente assim quanto a sua necessidade. Para isso, preparamos um conteúdo exclusivo sobre essas diferenças que você precisa saber.

Essas foram nossas 5 formas fáceis e práticas de proteger a família! Tem alguma outra que você já tenha testado na prática e aprovado? Não deixe de contar para a gente aqui nos comentários!