Com toda a situação de insegurança que a pandemia do Covid-19 nos trouxe, nos deparamos com muitos questionamentos vindos da população. Desde a letalidade do vírus, qual o método mais seguro de sepultamento, ou até a questões relacionadas à contratação de plano funeral. Então, afinal de contas, é seguro ter um plano funeral?

Aqui, neste conteúdo, vamos discutir um pouco mais sobre esse assunto e convidamos você a nos acompanhar. Vamos lá?

A função do plano funeral

Já falamos outras vezes que o plano funeral é um dos principais aliados da família para enfrentar o óbito de alguém. Ter um plano funeral significa resolver todas as questões burocráticas do funeral antes deste momento derradeiro, enquanto se está fora de uma situação de estresse.

A função do plano funeral nada mais é do que estabelecer essa organização de maneira centrada e clara. Nessa ocasião, a família não está fragilizada. Além disso, o plano funeral pode representar um planejamento financeiro para a família, já que a contratação de forma antecipada proporciona a escolha do valor da parcela, assim como a escolha do serviço que será prestado.

E quando o óbito é por covid-19?

Essa pergunta também chega muito até nossa equipe. Você sabe o que irá ocorrer daqui a um dia? E daqui a um minuto? Prever o que vai acontecer no futuro é impossível, mesmo que esse futuro seja daqui a um pequeno minuto. No momento da contratação de um plano funeral, não há como saber quando o óbito ocorrerá e qual será a causa.

Infelizmente a pandemia do covid-19 mudou muitas coisas. As famílias ficam impossibilitadas de despedir-se de uma maneira adequada de seus entes queridos. Isso ocorre por medidas de segurança e é uma determinação legal, que se refere às práticas que envolvem os óbitos por este vírus.

Sendo assim, mesmo que haja um plano funeral, o óbito causado pela infecção do vírus precisa, invariavelmente, ser tratado da mesma maneira: sem preparação do corpo e sem velório. É um protocolo legal.

Então ainda vale a pena ter um plano funeral?

A resposta sempre será sim. A totalidade dos relatos que recebemos diariamente das famílias nos deixa esta certeza. Contratar o plano funeral antecipado faz a família pensar e analisar as melhores soluções; tomar as decisões corretas.

Além do mais, contratando antecipadamente, a família pode analisar diferentes propostas e escolher uma empresa que vá fazer um atendimento digno e competente. É possível buscar referências, relatos e fazer uma troca de ideias com outras famílias e conhecidos que utilizaram serviços funerais anteriormente.

A contratação antecipada de um plano funeral garante tranquilidade na hora de enfrentar a dor da perda e realizar a despedida.

Quem são os responsáveis pelos óbitos de covid-19?

Pelo menos no Rio Grande do Sul, seguem sendo as famílias as responsáveis pelos falecidos.

Alguns portais, que não são especializados no ramo funeral, divulgaram informações incorretas sobre o assunto. Esses portais afirmavam a responsabilidade como sendo do Estado. Embora alguns estados brasileiros possam realmente ter adotado práticas públicas, no RS não foi dessa forma. Por aqui, as famílias seguem responsáveis, legal e financeiramente, pelos seus entes queridos.

Desde sempre, o Memorial Vera Cruz tem como premissa educar a comunidade acerca dos assuntos relacionados à perda. Por diversas vezes, falamos aqui sobre luto, cremação, sepultamento, rituais e costumes, religiosidade, saúde e, claro, sobre a contratação de planos funerais.

Essa foi uma forma que encontramos para esclarecer as dúvidas que boa parte da comunidade tem em relação ao plano funeral. Em resumo, o plano funeral segue sendo uma ótima recomendação para as famílias. Assim, é possível evitar problemas frente a uma situação que já traz dor aos familiares que estão passando pelo luto.

Ficou clara essa questão? Tem mais alguma dúvida ou sugestão? Estamos disponíveis para conversar com você a qualquer momento! Clique aqui e chame a gente no WhatsApp!