Onde dispersar cinzas de cremação? Essa é uma questão que faz parte do ritual de despedida de um familiar ou amigo que se foi, já que as cinzas de um ente querido representam o último vínculo físico com aquela pessoa que agora sobrevive somente na memória e no coração.

Algumas pessoas as moldam em diamantes, outras escolhem plantá-las com alguma semente para que virem árvores e há, ainda, quem as guarda para sempre em belas urnas. Quando você opta por dispersá-las, no entanto, está dizendo um novo adeus — mais simbólico e, de certa forma, reconfortante.

Esse ato é tão significativo quanto se desfazer dos objetos pessoais do falecido. Trata-se de um grande passo para a superação da perda, por isso, ele deve ser realizado com carinho e em um local que expresse a grandeza dos sentimentos envolvidos.

Pensando nisso, separamos 5 lugares bonitos e inspiradores do Rio Grande do Sul que são boas opções para esse momento tão importante. Veja:

Cânion do Itaimbezinho, Cambará do Sul

O Cânion do Itaimbezinho se encontra dentro do Parque Nacional de Aparados da Serra, na cidade de Cambará do Sul. A profundidade de sua fenda é de 700 metros e os paredões verticais são deslumbrantes.

No local, as pessoas têm a consciência de sua pequeneza diante da imponência da natureza. Ao espalhar as cinzas do ente querido nesse lugar, elas se incorporarão a uma paisagem sublime.

Parque da Guarita, Torres

A prática da cremação está muito ligada à natureza. Ao incinerar o corpo físico, tomamos a consciência de que os seres humanos são, também, elementos naturais.

É por isso que dispersar as cinzas em meio a paisagens extraordinárias têm tanto significado. Nesse sentido, o Parque da Guarita, localizado em Torres, reserva uma das seleções mais bonitas de morros, paredões e praias do Rio Grande do Sul.

Molhes da Barra, Rio Grande

Outro lugar lindo para quem está decidindo onde aspergir cinzas de cremação são os Molhes da Barra do Rio Grande — um porto repleto de construções marítimas e de grandiosidade natural.

Os pontões que se encaminham para o oceano são belos lugares para que os familiares realizem sua intensa travessia antes de se desfazerem das cinzas.

Lagoa dos Patos Sunset, São Lourenço do Sul

A cidade de São Lourenço do Sul reserva belas paisagens, incluindo praias deslumbrantes e a famosa Lagoa dos Patos Sunset, que desemboca em um pequeno rio.

Suas águas calmas são contornadas por árvores altas, que transformam o local em um refúgio de serenidade — palco perfeito para uma bela cerimônia de homenagem ao ente falecido.

Rio Jacuí, Passo Fundo

Uma das melhores formas de lidar com a saudade de quem se foi é compreender que a pessoa está para sempre dentro de nossos corações. Da mesma forma, os restos do seu corpo físico podem ser eternizados ao se misturarem à natureza.

Uma boa opção é soltar as cinzas nas águas do Rio Jacuí, que nascem na cidade de Passo Fundo e correm ligeiras para serem lançadas no Oceano Atlântico, onde se misturarão às ondas e viverão para sempre.

Agora você já tem boas indicações para ajudá-lo a decidir onde dispersar cinzas de cremação. Lembre-se de que esse é um momento delicado, portanto, todos os familiares próximos devem estar envolvidos na decisão. A escolha do lugar pertence a um gesto de homenagem que vai dar alento s toda família.

Agora, se a cremação ainda não é uma escolha definitiva, conheça, também, a alternativa dos cemitérios verticais!