Uma das épocas mais esperadas do ano se aproxima: o Natal. É quando o espírito de comunhão e celebração se intensificam, assim como as luzes na cidade. Amigos distantes se reaproximam, mágoas são deixadas de lado e a família é ainda mais valorizada. Mas, nas festas de fim de ano, onde o importante é a união, como lidar com a saudade de quem se foi?

As festas de final de ano, principalmente o Natal, como comemoramos no Ocidente, são o momento de unir quem se ama para criar novas memórias e analisar o ano que termina. Cada família tem as suas tradições, mas a maioria faz questão de que estejam todos juntos à mesa da ceia ou com taças de champanhe erguidas na mão.

Esses momentos, no entanto, podem trazer à tona sentimentos de tristeza e saudade para aqueles que perderam alguém querido. Mesmo depois de anos, é possível ter uma recaída nesses períodos de festas. Afinal, é como se faltasse uma peça importante do Natal, como se a data estivesse incompleta.

Não se deve, porém, tentar esconder esses sentimentos. É essencial aprender a lidar com a saudade de quem se foi de formas saudáveis, pois ela é inevitável.

Neste post, vamos te apresentar dicas sobre como encarar essa saudade da melhor forma e de como apoiar outras pessoas nesses momentos de luto e comemorações de fim de ano.

Esteja de braços e ouvidos abertos

Não tente abafar o assunto ou se esquivar da conversa. Se a pessoa sente vontade de falar, esteja disponível para escutar. Mesmo que o momento se torne difícil pelas lágrimas e memórias, seja forte. Muitos se sentem aliviados após transformar os sentimentos em palavras.

Ao mesmo tempo, deve-se respeitar aqueles que preferem ficar em silêncio, mais introspectivos. Não faça perguntas constrangedoras ou comentários que não são bem-vindos. O silêncio também é reconfortante.

Avalie bem o momento e mude a sua postura para ser o tipo de pessoa que o outro precisa. No geral, seja alguém compreensivo para, assim, entender quando é o momento de ouvir e quando chegou a hora de se afastar.

Seja positivo

Entrar em negação não é uma boa ideia. É preciso se conscientizar da ausência da pessoa querida, porém, lembrando dela com alegria.

O momento de luto, apesar de triste, se visto com outra perspectiva, pode se tornar um instante de gratidão à vida que lhe permitiu conviver com alguém tão especial. Para isso, é preciso encher a mente de positividade.

Não se lamente e mude o rumo das conversas que seguem por esse caminho. Lembre-se de momentos bons, aspectos positivos da pessoa e histórias engraçadas.

Celebre a vida de quem se foi

Com esse sentimento de gratidão no ar, o Natal também será o momento para celebrar e homenagear a vida da pessoa que se foi.

Mesmo que a vida continue, ninguém se esquece daqueles que se foram. Pense em como essas pessoas gostariam de comemorar as festas de fim de ano. Faça isso por elas e por todos os presentes. Não vale a pena alimentar sentimentos ruins.

Algumas sugestões de homenagens

Não é fácil, nós sabemos, mas, com criatividade, é possível fazer de um momento triste um tempo de gratidão ao seu ente querido. Você pode:

  • fazer um brinde pela vida e história da pessoa falecida;
  • preparar um belo discurso a todos os presentes;
  • espalhar fotos do seu ente querido pela casa;
  • organizar alguma lembrancinha a quem estiver na ceia de Natal;
  • preparar o prato ou a bebida favoritos daquele que já partiu e servir aos convidados;
  • levar ao momento as canções favoritas da pessoa;
  • organizar uma decoração que lembre o seu ente querido;
  • entre inúmeras outras opções que você escolher para homenagear aqueles que você ama. O limite é a sua imaginação!

Isolamento não resolve o problema

De fato, as festas de final de ano, depois da perda de alguém querido, não são as mesmas. Isso não significa, porém, isolamento. Compreenda as sensações que essas datas proporcionam e se reorganize emocionalmente para vivenciá-las de uma maneira menos destrutiva.

E, claro, esse exercício de superação e positividade pode ser mais difícil para algumas pessoas. É válido você tentar sozinho, além de tentar junto do seu círculo familiar. Mas, caso perceba que não irá conseguir, não tenha medo de procurar por ajuda profissional. Afinal de contas, o luto é um processo longo, que deve ser vivido de forma integral e que não tem prazo predefinido para acabar.

Aproveite esse momento para celebrar a vida daqueles que ainda estão aqui, pois, no final da noite, é isso que importa: os momentos que passamos ao lado daqueles que amamos. Isso é o que ficará guardado em seu coração e é isso o que merece ser lembrado na noite de Natal e de ano novo. 

O que achou das dicas para lidar com a saudade de quem se foi? Para ficar sempre atualizado em nossos posts, curta a nossa página no Facebook!